Junho 2017

sexta-feira, 30 de junho de 2017

A banalização da Greve

Hey!

E novamente estamos diante de mais uma Greve. Ou deveríamos estar? E sim, mais uma greve, pelo mesmo motivo da anterior. Quanto a minha pergunta, a resposta para ela é não! Não concordo com esta greve e tampouco com a anterior. E sabe o por quê?

Por que esta greve está mal fundamentada!

Sim, você não leu errado. Concordo que dessa vez os motivos estão claros. A greve é contra as reformas do Trabalho e da Previdência. Não é a palhaçada que foi durante a copa, onde as pessoas estavam na rua por estar...

A greve não pode ser assim...

Bom se há os motivos, qual o problema dessa greve Inglês?

Primeiro, ela não é abrangente.  Quantas pessoas estão apoiando isso ai? Quantas pessoas estão dispostas a abandonar seus empregos para ficar em uma causa que poucos conhecem, ou se conhecem, mal sabem os efeitos que essas reformas o trarão para suas vidas?

Com isso caímos no segundo ponto, essa greve não é de livre espontânea vontade das pessoas! Eu não vejo elas se juntando e organizando o ato. Vejo os sindicatos ordenando que as pessoas entrem em greve.

Assim, entrar por entrar...


E com isso as greves vão perdendo sua força.  Eu até falei no twitter se ela já não perdeu. As greves não podem se tornar algo banal. E do jeito que estão fazendo, ela está indo para esse caminho...

Para entender melhor o que estou querendo dizer, você conhece a primeira Greve Geral no Brasil? Leia-a aqui, aqui ou aqui e talvez você entenda meu ponto...




See ya!

terça-feira, 27 de junho de 2017


Os cuidados com a pronúncia do Inglês!

Hoje um post bem curtinho falando sobre os cuidados com a pronúncia do Inglês!  Eu já "paguei mico" com isso. No meu caso não foi a minha pronúncia. Na conversa com o estrangeiro, não sei o porquê que entendi que o mesmo era da Itália e não de Taiwan. Ai achando que o cara era italiano, perguntei se ele já tinha ido ao Coliseu - Roma... Hoje é engraçado ver o rumo que a conversa tomou...rsrs

E você, já pagou mico assim?


A Pronúncia incorreta pode te complicar...


O vídeo abaixo, mostra os problemas que podem ocorrer ao não pronunciar corretamente as palavras. Ah, lembre-se! Se você é iniciante, intermediário ou até mesmo avançado em inglês, saiba que é normal cometer erros de pronúncia.

Você digamos que "decorou" o jeito certo de falar e em um certo momento acabou falando errado. Tudo bem, o importante é que você corrija esses erros e continue falando!  Não pare de falar ok?

Afinal, não é errando que se aprende?

Bom, vamos ao vídeo...


Abaixo uma pequena tradução das palavras pronunciadas de forma errada. Mas antes, caso não saiba nada de inglês e esteja procurando uma forma de aprender, veja meu post sobre Como aprender inglês pela internet!

Rape = Estuprar  *O cara para piorar sua situação, me fala que em cima do palco estupraria todas as pessoas huauhauhauah  O que o cara estava tentando dizer era RAP

Angry = bravo, nervoso e por ai vai rsrs.  *Porém o cara estava perguntando se o outro cara estava com fome, que em inglês é Hungry.

Cum on you = Essa vou deixar você pesquisar hehe...  *Essa foi "o mico" uahhuahuahua



Lembre-se! Não deixe de falar, erros acontecem.  Corrija-os e keep it going!




See ya!

sexta-feira, 23 de junho de 2017


Hey!

Já ouviu falar sobre a estratégia Barbell?   Você sabe o que é?   Não?   OK, continue lendo e explicarei a você. E para começar, deixo como sugestão ouvir a música abaixo para entender melhor a estratégia...


Na verdade, a música não tem nada a ver com o tema, é só sugestão mesmo ;)    Ah, aviso! a música é viciante...(depois não diga que não avisei hehe)


O que é a estratégia Barbell

Por dentro da estratégia Barbell de Nassim Taleb

Segundo nosso amigo Zé, do site clubedopairico, a estratégia barbell é ter 90% do seu patrimônio em títulos do tesouro e o restante em opções. 😮😮😮  Sim, as temidas Opções...

Na verdade, não foi o Zé que disse isso ai, e sim Nassim Taleb! Lembra dele?  Não?  Ele é o autor de A lógica do Cisne Negro (Recomendei esse livro em um dos meus posts) 

Voltando a estratégia, dá para perceber seu conservadorismo, afinal a estratégia é pensada para o mercado americano e lá, os títulos pagam quase nada (mas são seguros). E foi pensando exatamente em melhorar o retorno que Taleb colocou as opções ai. Já que elas podem "turbinar" o resultado.

Como inglês?

Taleb sugere comprar opções PUT e CALL, assim você aproveita eventos tanto para cima, quanto para baixo.  Alguém lembrou do Circuit Breaker? (esse é um evento que a estratégia gosta! hehe)

Mas, será que funciona?



Bom, pra saber se funciona, nada melhor do que testar não?  Se é assim, confira abaixo as opções que irei acompanhar;

  • PETRI13 - Opção CALL com vencimento em 18/09/2017. Nesta simulação a compra foi feita no dia 21/06/2017 por R$0,54

  • PETRU52 - Opção PUT com vencimento em 18/09/2017. Aqui a compra foi feita por R$0,33

Infelizmente, as opções aqui no Brasil além de não terem muita liquidez, se restringindo a uma e outra, também não conta com negócios mais "distantes", mais a longo prazo. E a ideia da estratégia é comprar opções justamente com o maior prazo que conseguir. E aqui, isso se resume a três meses... (Nem vou falar dos EUA)

Por curiosidade, vamos ver quanto $$$ essa estratégia pode nos gerar.

As duas opções acima foram compradas 1000 de cada gerando um custo total de R$852,00 (já considerando corretagem e impostos)




See ya!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

As alterações na carteira de Ações do Inglês


Hey!

Dias atrás postei a minha Carteira de Ações. Na verdade, era pra ter sido um comparativo da minha carteira de 2015 com a de 2017. Porém, acabei não detalhando as operações que fiz, até para o post não ficar muito grande, e com isso o post ficou incompleto. Devido a esse fato, a intenção deste post é ser um complemento.

Bom, então vou falar das ações que encarteirei, das ações que já não fazem mais parte da minha carteira e as que usei para operar opções.

Are you ready? 

É hora de ver as alterações na minha carteira de ações


As Alterações na Carteira de Ações do Inglês


Bom falei no post no qual o link está ai em cima, que a minha primeira ação foi a ABEV3 na qual comprava todo mês com aportes de R$100,00. Certo? Falei sobre como comprar ações com pouco dinheiro aqui.

Na verdade, ela não foi a primeira ação que comprei tampouco 2013 foi meu inicio na bolsa de valores. É amigo, entrei na bolsa antes disso. Falei sobre isso aqui.

Toda essa introdução ai é para justificar para mim mesmo a minha volta a bolsa de valores com ABEV3.  Na época, escolhi a Ambev por ser ter sólidos fundamentos e principalmente não ser cíclica, ou seja, a Ambev não "sofre" (sofre menos) com as oscilações da economia.

Quer um exemplo de empresa cíclica?  Pois bem, a Vale do Rio doce (VALE5) é uma empresa cíclica. Veja que a cotação dela anda conforme o minério de ferro. Aqui deixo claro que isso não é uma regra, pois há momentos em que a VALE5 sobe enquanto o minério cai e vice versa.  Mas, geralmente sua cotação acompanha o preço do minério.

O mesmo que falei acima se aplica a Petrobras (PETR4). O preço do petróleo subiu, geralmente a cotação da PETR4 sobe. Porém, lembre-se!  Isso que acabei de falar não é regra.

Voltando a minha carteira, após um tempo comprando somente Ambev, chegou o momento em que pude aumentar os aportes e a segunda ação que entrou para a carteira foi a Vale.  A VALE5 entrou para a carteira devido a umas operações em opções que comecei a fazer. Com o mesmo motivo, encarteirei PETR4.

Como não estava gostando dos resultados, tanto Petrobras quanto Vale deram adeus a carteira. Entre esse tempo, entraram EZTC3, ODPV3, TAEE11 e WEGE3. Essas foram as ações que gastei um tempo analisando e concluindo que elas vieram para ficar.

Também entraram CIEL3, KEPL3, OGXP3 e CTIP3 durante essa fase.  Aqui cometi alguns erros. A KEPL3 por exemplo, vi que seu histórico estava melhorando, que essa ação se enquadrava em uma turnaround.  E lá foi o Inglês comprar a Kepler bem em seu topo histórico. Não demorou muito, acredito que uns 3 balanços e veio o prejuízo. Resultado, a cotação despencou.

A sorte é que sai assim que vi o balanço. Se não amigo, o prejuízo seria maior...

E o caso da Kepler mostra a sorte que tive. Pois eu não não tinha uma estratégia de saída bem definida. Algo até que em um futuro próximo escreverei sobre...

E por não ter essa bendita estratégia, a CIEL3 acabou indo embora. Essa errei a mão. Não era hora de sair, mas... já foi.

CTIP3 e OGXP3 foram minhas últimas vendas. a Cetip devido a fusão com a Bmf&Bovespa. Já a OGXP3 saiu por ser mico! Vai que volto a operar essas tranqueiras igual antes, então decidi vender.

Com o espaço deixado por essas vendas, decidi preenchê-lo com GRND3, MDIA3, RADL3 e UGPA3. Assim formando a minha carteira atual com os seguintes pesos;


  • ABEV3   -  13,62%
  • WEGE3  -  11,71%
  • ODPV3   -   9,31%
  • TAEE11  -   9,32%
  • EZTC3    -  15,01%
  • RADL3   -   8,68%
  • UGPA3   -   7,91%
  • GRND3  -  13,68%
  • MDIA3   -  10,79%

A participação ideal de cada ação é para ser 11%.  Aos poucos, vou ajustando isso ai.

Ah, ia esquecendo...  A rentabilidade histórica bruta dessa carteira ai, baseada em preço médio + dividendos + juros sobre capital está em 16%!  Melhorou, estava em 10% antes de adicionar os proventos.





See ya!

segunda-feira, 19 de junho de 2017


Estratégia com lançamento de opções PUT


Hey!

No post de hoje, vou mostrar uma estratégia com opções para você que faz compras regulares na bolsa de valores. Apesar de ser um tema que vejo poucos adeptos, na blogosfera são poucos os que usam ou revelam usar as opções, acredito ser interessante conhecer novas estratégias.

É sempre bom termos "cartas na manga", não é?

Bom, sem delongas e...

Mantenha a calma e confira a estratégia para comprar ações usando opções
 


Lançando opções PUT para comprar Ações


Como assim Inglês, lançar opções para comprar ação? É você não leu errado! A estratégia que vou passar a você, é nada mais nada menos que lançar uma opção PUT, ou seja, vender uma PUT da ação que você deseja encarteirar!

Eu já postei sobre opções PUT, veja aqui!

Keep calm que já lhe conto mais sobre ela. Essa estratégia pode ser conferida no livro "Get Rich with Options"

Livro com 4 estratégias com opções

Voltando a estratégia, você sabe que vender uma opção PUT é ficar com o dever de comprar a ação na qual se baseia sua opção por um determinado preço. Ficou confuso?  Vamos melhorar isso ai...

Antes, não sabe nada sobre opções? Fiz um post introdutório aqui!

Ao vender a PUT PETRS1, você está vendendo uma opção da ação PETR4, ok? E essa opção te dá o dever de comprar a PETR4 por R$11,75 em seu vencimento. No caso da PETRS1, o vencimento se dá no dia 17/07/2017.

Melhorou? Espero que sim hehe... Qualquer coisa, deixe sua dúvida nos comentários ok?

Veja que na perspectiva de quem tem a ação, é interessante comprar a PUT para se proteger de uma queda.  Vamos pegar a opção ai de cima para entender, você tem PETR4 na carteira e quer se proteger de uma queda em sua cotação. Ao comprar a PETRS1 você fica tranquilo caso a PETR4 caia abaixo de R$11,75.

Se no vencimento da opção a PETR4 ficar acima de R$11,75, a opção não te ajudará. Agora se a PETR4 cair abaixo desse valor, você tem um contrato em mãos dizendo que alguém comprará suas ações por R$11,75. Não importa se a PETR4 esteja valendo R$4,00. Você as venderá por R$11,75. Legal, não?

Bom, isso ai em cima explica o lado de quem comprou a opção e seus direitos. Coloquei para ficar fácil entender o lado do vendedor. Acima vimos que o comprador compra para se proteger e o vendedor...

Vende na espera que o ativo não caia, assim lucrando!

Porém, esse não é o caso que vou lhe mostrar...

A Estratégia...


Por dentro da Estratégia com Opções para receber dinheiro para comprar a ação desejada!

O lançamento de opções PUT que vou lhe mostrar, não visa o lucro com a manutenção do preço da ação ou sua alta. Ou seja, foge totalmente do que lhe mostrei acima.

A ideia da estratégia, é vender a PUT da ação que você quer comprar. Aqui a ideia não é lucrar vendendo a opção e ficar na torcida pela alta da ação, e sim receber uma grana para comprar a ação que deseja! 

Não estou ajudando?  Hmm, calma ae, vamos recapitular...

Pego a PETRS1 como exemplo novamente. Você a vende hoje por R$0,27. Digamos que você pretende comprar 5 lotes de PETR4, se comprasse hoje pagaria R$6140 + corretagem. Mas, você acha-a cara no momento. Então você vende 500 opções PETRS1. Você recebe R$135,00 bruto.

Se no vencimento a PETR4 estiver valendo R$11,00, você será exercido. Pagará R$11,75 por cada lote. Como vendeu 500 opções, ou seja 5 lotes, pagará R$5875 + corretagens. Porém, você tem os R$135,00 que recebeu lá na venda, lembra?

R$5875 - R$135 =  R$5740. Você acabou comprando as ações não por R$5875 e muito menos por R$6140 (baseado na cotação atual). Legal, não?


O Porém...


Gostou da estratégia? Ela é indicada para quem estudou a ação e acha que seu preço atual está "caro". Acredito ser uma estratégia interessante para deixar seu buy & hold com um plus! 

Mas, como tudo na vida, há os poréns...

Ao usar a estratégia, pode ser que você perca a escalada de preços da ação que pretendia comprar. Essa é a desvantagem da estratégia. Você pode ficar de fora do "trem"...

E o outro porém, é que infelizmente em nossa bolsa de valores, há poucas ações para por essa estratégia em prática. O lado bom é que está melhorando, se antes se restringia a Petrobras e Vale, agora temos as opções da Ambev, Bradesco, Banco do Brasil, Itau, Cielo...


Ah, e no próximo post, falarei sobre as alterações em minha carteira de ações durante os anos..



See ya!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Essa era minha carteira de ações em Maio de 2015

Wow!

2 anos já do meu segundo post sobre minha carteira de ações. A imagem acima mostra as ações que eu tinha em Maio de 2015.  Cara, como o tempo passa, não?

O primeiro post falando sobre elas, que você pode conferir aqui, não mostra muita diferença para a carteira de maio do mesmo ano. Já para 2017, há algumas mudanças sim. Mas, digamos que a base ainda está a mesma.

Bom, vamos a carteira atual...


Carteira de Ações do Inglês - Maio 2017


Essa é a minha carteira de ações em Maio de 2017

Essas são as ações que contemplam minha carteira atual. Veja que de 2015 para cá, ABEV3, WEGE3, ODPV3, EZTC3 e TAEE11 se mantiveram firmes em minha posse.

Dias atrás organizando minha planilha de ações, puxei a rentabilidade histórica da minha carteira. E se eu pegar somente essas cinco ações que acabei de mencionar, minha rentabilidade fica assim;


  • ABEV3 - Preço médio R$16,72 - rentabilidade 8,25%
  • WEGE3 - Preço médio R$15,81 - rentabilidade 15,88%
  • ODPV3 - Preço médio R$10,75 - rentabilidade 9,02%
  • EZTC3 - Preço médio R$14,67 - rentabilidade 23,99%
  • TAEE11 - Preço médio R$20,39 - rentabilidade 7,80%

E somando a rentabilidade dessas ações ai, o resultado da carteira fica em 13,57%. Isso desde sua formação, que começou em 2013 com a compra mensal de R$100,00 em ABEV3!

É você  não leu errado, entrei na bolsa em 2013 comprando todo mês R$100,00 de ABEV3!  Usei e ainda uso a estratégia que postei aqui.

Se você consegue poupar ao menos isso para colocar em renda variável, veja que há um jeito de entrar nela...

Voltando a carteira, adicionando minhas últimas compras, que foram RADL3, UGPA3, GRND3 e MDIA3, a rentabilidade da minha carteira cai para 10%.

Nem preciso puxar a rentabilidade do CDI, certo?  Só não estou tomando uma bela surra, pois também aplico no CDI.

Por isso a importância da diversificação... Eu prefiro não colocar todos os ovos em uma cesta.  Devido a isso, a minha evolução patrimonial de 2013 até hoje está em 76%...

Voltando a minha carteira de ações, a rentabilidade não está levando em conta os dividendos e juros sobre capital recebidos. It's my fault! Sorry guys...



Assim que apurar isso, volto aqui para mostrar a diferença.  

Será que alterará muito o resultado?

Também deixo para o próximo post, as alterações que fiz na carteira conforme os anos...





See ya!

segunda-feira, 12 de junho de 2017



As concorrentes da MGLU3


Hey!

No post da MGLU3, onde falei brevemente sobre seus lucros, receita e divida, disse que a situação de duas concorrentes não eram diferentes da sua. Lembra?

Bom, o post de hoje irá falar sobre isso.
Vamos ver como se saem as concorrentes da MGLU3


As concorrentes da Magazine Luiza


As empresas que considero do mesmo segmento que a MGLU3 são;

  • B2W (BTOW3) que segundo o Wikipédia, foi criada em 2006 com a fusão de Shoptime, Submarino e Lojas Americanas.

  • Via Varejo (VVAR11) fundada em 2010 com a fusão de Casas Bahia e Ponto Frio (essa pertence ao grupo Pão de Açúcar).

  • Lojas Americanas (LAME4) fundada em 1929, abriu seu capital em 1940. Hoje é acionista majoritária da B2W.

Deixei de fora do comparativo as empresas; - Lojas Marisa (AMAR3), Guararapes (GUAR3), Lojas Renner (LREN3) e Grazziotin (CGRA3) Apesar de se enquadrarem no setor comércio, elas são do sub-setor Vestuário. Com isso, não vou comparar quem vende roupas com TVs, computadores... Nada contra!  Alias, o setor de vestuário apresenta melhores opções, mas não vou falar sobre elas hoje...

Bom, vamos aos números (Give me the numbers...)

Análise fundamentalista das concorrentes


Começo mostrando o gráfico da B2W. Veja abaixo;

Receita, lucro e dividas da BTOW3

Ao ver o gráfico acima, vemos que a receita foi aumentando e aumentando, com 2016 apresentando uma leve queda. Já os lucros...

Nesse período, não houve um ano em que a empresa apresentou lucros. Eu procuro por empresas com lucros constantes, e essa ai, apresentou o inverso. Ela criou a categoria - prejuízos constantes!

A próxima da lista é a Via Varejo. Show me the numbers!

Receita, lucro e divida da VVAR11

A Via Varejo também não possui lucros constantes. Apesar de ter lucrado em 2012, 2013, 2014 e 2015, 2016 o prejuízo veio. Mas o dado que chama a atenção no gráfico é referente a sua dívida líquida que vem caindo conforme os anos, e de 2014 para cá, a empresa praticamente não tem dívidas!* Algo para ficar de olho!

*Divida líquida negativa mostra que a empresa tem em caixa um montante maior que suas dívidas.

Por último, vamos ver como anda as Lojas Americanas;

Receita, lucro e dividas da LAME4

Das três mostradas neste post, a Lojas Americanas foi a que conseguiu lucros constantes no período 2012 - 2016. Porém, vale salientar que eles veem caindo ano a ano e, para a infelicidade dos acionistas, no balanço referente ao primeiro trimestre de 2017 veio o prejuízo. Apesar que ainda há três trimestres para ela reverter.

Por isso a importância do resultado anual. Eu prefiro não tomar medidas drásticas com os balanços trimestrais. Eu os acompanho e, no caso de um trimestre não vir bom, coloco a ação em alerta. Desta forma, paro de aportar na mesma até que resultados melhores apareçam.

Voltando a Lojas Americanas, sua dívida crescente é outra coisa que deve estar assustando seus acionistas...


Conclusão


A Via Varejo e Lojas Americanas estão com dados melhores do que a Magazine Luiza. A B2W é disparada a lanterninha desse setor onde não há uma ação em que se possa dizer - É essa!

Apesar do prejuízo, eu olharia primeiro para a Via Varejo (VVAR11) do que as outras. Afinal, pode-se dizer que ela não tem dívidas, devido seu caixa ser maior do que suas obrigações. Lógico, que esse é apenas um dado entre outros, mas diante das concorrentes, é o que vejo de mais interessante.

Lembrando que isso é apenas um estudo, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

Agora explicar a alta da MGLU3...  Alguém explica? rs  Edit - O amigo Uó explicou comentando aqui

Posts Relacionados





See ya!

sexta-feira, 9 de junho de 2017


A MGLU3 vai subir?

Hey!

Faz um tempo que gostaria de verificar com calma a ação MGLU3 - Magazine Luiza. E esse dia chegou! Vamos ver seus números, por que tentar entender a sua enorme valorização, não é para nós, reles mortais...


Análise Fundamentalista - MGLU3

Quadro com Receita, Lucro e Divida da MGLU3 - Magazine Luiza

No quadro acima, vemos os resultados da Magazine Luiza de 2012 até 2016. Veja que a empresa consegue obter ano após ano uma enorme receita. Em 2015 a receita caiu um pouco, mas nada demais. Mas e quanto aos lucros?

Consegue enxergar os lucros no quadro?  Não?  É, eu também não consigo. Empresa com forte receita e lucros inconstantes (2015 e 2012 apresentou prejuízo!). Nem preciso dizer de suas margens. Passo para a próxima ação só de olhar esses números. Nem perco tempo vendo outras coisas...

Suas concorrentes BTOW3 (B2W) e VVAR11 (Via Varejo), apresentam um quadro parecido. OK, a BTOW3 não, afinal é ano atrás de ano apresentando prejuízo...

Esses são os dados iniciais que analiso. Se a empresa não apresenta lucros ano após ano, já passo para a próxima...

E você, o que costuma analisar de inicio em uma empresa?  Ah, se puder me recomendar um livro sobre análise de empresas, ficarei grato! 😃😃😃


O Estranho Caso da Ação da Magazine Luiza



Gráfico bonito não?  E para deixá-lo assim, a MGLU3 subiu mais de 500% em 12 meses!  😮😮😮
Muita coisa, fale a verdade?  Porém, condiz com o que apresentei acima?

Não, não mesmo. Há explicação?  Sinceramente?  Não sei, acredito que não exista explicação para isso. Mas, vai saber...  Se você souber, por favor me conte!

O que eu sei, é que com ações assim eu fico de fora, pois já me dei mal com esse tipo de situação. Lembro muito bem de "jogatinas" (não posso chamar de investimento o que fazia...) com Agrenco, Milk e outras que não me recordo.  Contei um pouco em meu post inicial...

*sempre que entrei em ações com situação parecida, elas começaram a cair... always... 
*Eu não comprei VLID3...I swear


Lembrando que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!




Update!


Ontem (16/08/2017) a Magazine Luiza (MGLU3) soltou um fato relevante. (aqui o documento completo.) Nele consta aprovação da proposta de desdobramento de suas ações.

Se aprovado conforme a proposta, as ações serão desdobradas na proporção de 1:8 (Uma ação se tornará 8)

Aguardemos cenas dos próximos capítulos...

Números de 2017


Vamos ver como a Magazine Luiza está se saindo esse ano?  Veja abaixo;

Quadro de Receita, Lucro e Divida da MGLU3 em 2017!


A empresa até aqui já supera com certa folga o lucro do ano passado (131 vs 88 milhões)

A dívida teve um aumento (520 vs 430 milhões)

A receita continua "digamos que no padrão da empresa".

Lembrando que olho esses três dados de inicio para depois estudar melhor a empresa. Já está começando a ser "estudável".  Vamos ver como vem os números do terceiro trimestre. (Ele sai em 31 de Outubro!)


Lembrando de novo que isso passa longe de ser recomendação de compra/venda!


Saiba o que está rolando no blog!






See ya!

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Comprar presentes é até legal, mas tem uns poréns...

Ao ler o post do Seu Madruga, (leia-o e depois volte aqui!) lembrei por que dar presentes nem sempre é uma boa ideia. Na hora em que terminei de ler o post dele e fui comentar, veio a lembrança de um final quase infeliz por parte de uns conhecidos.



O presente que saiu mais caro do que o previsto


   "Era aniversário de um garotinho. Garotinho este que não se importava muito com brinquedos. Sua felicidade estava em "estar na rua" e soltar pipa. Se juntasse as duas coisas então, o menino entrava em êxtase.

A comemoração de seu aniversário foi na casa de um de seus parentes. O local era a maior casa da família, com isso era comum a realização de festas nela. Apesar de grande, para o menino havia dois problemas;

- A casa não é "rua";
- Sem chances de soltar pipa aqui;

Quanto aos familiares, alguns muito ligados na cultura de presentear, começaram a provocar o garotinho;

- Ei, não quer saber o que você vai ganhar?

O menino as vezes parava para escutar, outras dava de ombro. O interessante é que era nítido que ele não estava nem ai para o que compraram a ele. 

Bom, Eis que chega o momento do parabéns e consequentemente a entrega dos presentes. Um dos familiares (observador por sinal), ganhou a moral do moleque. - Ele presenteou o garotinho com uma pipa.

A felicidade do menino era fácil de ser percebida. Ele não via a hora de pegar aquela pipa e correr para a rua afim de soltá-la. Mas, seus pais não o deixaram pois ainda havia presentes a receber.

Então, chega a hora dos familiares que ficaram o instigando para saber o que é que eles tinham comprado. Ao entregar o presente, o menino fez esta cara;

Por que dar presentes nem sempre é uma boa ideia? Acho que respondi, certo?

Espantados com a reação do garotinho, já que imaginaram que ele amaria ganhar um jogo de boliche, os familiares resolveram agir para não ficarem tão "mal na fita". Eis a solução deles;

- Ei garotada, prestem atenção; Quem derrubar todos os pinos, ganha R$1,00 do tio aqui!

A primeira rodada quase não ajudou a melhorar a "imagem" dos tios. Afinal, as crianças não conseguiram derrubar todos os pinos e estavam a ponto de desistir do brinquedo. Então, reformularam o desafio;

- Quem derrubar os pinos ganham R$1,00! Vamos lá!

E assim, as crianças começaram a derrubar os pinos e estender a mão para receber seu pagamento. Foi assim até a carteira do tio se esvair..."


Moral da história


(Os tios se fu*&%@m auhahuuahhu) Brincadeiras a parte, se já conhecendo bem quem você vai presentear a tarefa já não é das mais fáceis, imagina não conhecendo...

Por isso, pense bem antes! Se não você pode ficar igual aos tios ai da historinha...

Será que não é melhor estar presente na vida das pessoas para ser lembrado por sua presença?      Pense nisso!


Posts Relacionados






See ya!

segunda-feira, 5 de junho de 2017


Conhece a fórmula mágica de Joel Greenblatt?

Hey!

Maio terminou e aqui estamos para mais um capitulo da fórmula mágica de Joel Greenblatt! Será que ela sofreu com o pânico na bolsa?  Ou será que suas ações passaram ilesas?  O que você acha? Quer palpitar?

Bom não vou deixá-lo curioso. Responderei a essas perguntas a seguir... Ah! também verá uma novidade...

Let's go!


Fórmula Mágica Joel Greenblatt x Ibovespa


Vamos primeiro ver o gráfico abaixo;

Comparativo entre a Carteira Fórmula Mágica Joel Greenblatt e o Ibovespa

E não foi dessa vez IBOV!  Continua apanhando hein! E graças a delação de uns irmão ai, que causaram um cisne negro no mercado, seu mês foi bem ruinzinho... -4%

Já a fórmula mágica Joel Greenblatt conseguiu se segurar em meio ao pânico na bolsa de valores. Registrou 0,25%! Praticamente estável, segue o jogo...

Nem vou comentar o anual por respeito ao Ibovespa...

E o Ibovespa está bem atrás da fórmula mágica Joel Greenblatt em 2017
O que vai fazer Ibovespa?

Destaques do mês 


As ações que se destacaram positivamente no mês são;

  • FIBR3 26,19%;
  • PSSA3 12,12%;
  • MDIA3 11,02%.

No âmbito negativo, os meus pêsames vão para;
  • EQTL3 -7,11;
  • CARD3 -7,02%;
  • CIEL3 -5,35%.
Esse mês adicionei a bonificação da Cielo e mesmo assim ela está ai entre as negativas... Quem sabe eu não faça um post analisando ela. Quem sabe...

Quanto a novidade...


O amigo KB Investimentos sugeriu que a fórmula mágica fosse aplicada com um menor número de ações, já que a comparação entre as bolsas americana e brasileira são meio que injustas devido a maior quantidade de ações nos EUA (não preciso citar o resto...)

A carteira que vinha sendo mostrada mês a mês até agora contém 30 ações conforme este post (onde mostro os detalhes do estudo). E abaixo você verá como a carteira se saiu com apenas 8 ações.

Bom, mais um gráfico...

Será que a fórmula mágica com 8 ações bate o Ibovespa?

Bem, eu preciso lhe dizer o comparativo anual, desculpa aí Ibov, mas preciso dizer...  Fórmula mágica 20% contra 4% do Ibovespa. Nada mal hein fórmula mágica? Retirando cerca de 22 ações, você conseguiu um rendimento extra de 4%. Interessante... 

No mensal, a carteira ficou praticamente estável com -0,09%. Já o Ibovespa você viu acima. Não vou dizer de novo para não ficar chato. hehehe

Composição da Carteira com 8 ações

  • CARD3
  • PSSA3
  • ESTC3
  • ENBR3
  • VLID3
  • CVCB3
  • FIBR3
  • SMLE3


Posts Relacionados


Ei, viu meu post recomendando o filme sobre o McDonalds?  Não?  Pô, veja!





See ya!

sábado, 3 de junho de 2017


Sabe como iniciou o império McDonald's?

Hey!

Segunda feira perguntei no Twitter se alguém já havia assistido o filme sobre o McDonald's

Já assistiu o filme The Founder?  O império McDonald's
Nem preciso dizer que recomendo, não é?  O fato é que eu gosto muito de filmes que falam sobre empreendedorismo.  Nesse tema, assim de cabeça lembro de ter assistido o Lobo de Wall Street, nosso amigo até fez um post sobre ele aqui.

Lembro também do filme A Rede Social, que fala sobre o surgimento do Facebook. 

Bom, não veio mais nenhum em mente, assim que lembrar de mais algum filme, adiciono aqui. 😃

Sobre o The Founder, que em terras tupiniquins foi traduzido para Fome de Poder! (Meu, os caras se superam nas traduções dos nomes de filmes, mas depois de assisti-lo, até entendo a tradução...) é um filme baseado em histórias reais, de como se iniciou o que chamo de Império McDonald's. 

Afinal, a rede alimenta cerca de 1% da população global!  Bem que me falaram que há McDonald's por todo canto do planeta!

Bom, mas tem algo no filme que me chamou a atenção...


Persistência meu amigo, Persistência...

Essa palavrinha que você vê acima, é bem explorada no filme. Já até fiz um post a usando... E ela define bem a proeza de Ray Kroc (cara que visualizou o McDonald's em todo lugar...) 

Não vou falar sobre Ray Kroc para não te dar spoilers do filme. Mas posso te dizer que ele construiu o império persistindo, não desistindo da sua ideia. Assim como muitos, ele tentou, tentou, e... continuou tentando. Lógico, que isso não é garantia de sucesso.  Afinal, só vemos as histórias com finais felizes. E quantos empreendedores não tentaram e tentaram e... quebraram.

Porém, não deixa de ser um requisito...

Bom, assiste lá!  Depois volte comentar aqui!    (Segunda-feira é pra sair a atualização da carteira fórmula magica!)





See ya!

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Como anda o Sell in May and Go Away no Brasil!

Lembra do meu post Usar ou Não a estratégia Sell in May and Go Away?  Então, é sobre ela que falo hoje! Vamos ver como ela se saiu após trinta dias da "suposta" venda das ações.


Relembrando a estratégia


Nada mais fácil do que essa operação! Afinal, venda todas suas ações em Maio e as recompre em Outubro.  Simples, não?  Dizem que os americanos fazem isso devido a Maio ser o inicio do verão, e principalmente suas férias...  Como disse, falam por ai...

Voltando a operação, a ideia é lucrar acreditando que em Maio estamos no topo, ou seja, as ações estão com seus valores na máxima e que em Outubro você as recompre com "desconto", assim pagando valores mais baixos do que as vendeu.


Vamos aos números!  Se eu tivesse Sell in May... 


Sell in May and Go away - primeiro teste!

Dow Jones - Vendido a 20940 pontos. Hoje está em 21008 pontos. Ou seja, valorizou cerca de 0,33%

Ibovespa - Vendido a 65403 pontos.  Hoje está em 62750 pontos. -4%.  Bom, não se iluda. A estratégia deu certo devido ao pânico que ocorreu em nosso mercado esses dias.  Aqui o ponto vai para os irmãos Batista...

E como minhas carteiras ficariam caso eu adotasse a estratégia...

Carteira NYSE

  • Visa  - $91,22 - $95,23    4,4%  
  • Walt Disney - $115,60 - $107,94    -6,63%
  • Procter and Gamble - $87,33 - $88,09    0,87%
  • Coca Cola - $43,15 - $45,47    5,38%

Carteira Bovespa

  • Ambev - R$ 18,26 - R$ 18,65    2%
  • Weg - R$ 17,70 - R$ 19,00    7%
  • Odontoprev - R$ 11,45 - R$ 12,07    5%
  • Taesa - R$ 23,01 - R$ 23,29    1%
  • Eztec - R$ 20,32 - R$ 17,79    -12%
  • RaiaDrogasil - R$ 67,45 - R$ 72,00    6%
  • Ultrapar - R$ 70,42 - R$ 74,85    6%
  • Grendene - R$ 24,65 - R$ 26,30  6%
  • M Dias Branco - R$ 48,73 - R$ 54,10    11%

Se eu tivesse vendido minhas ações, teria tomado um belo de um preju hein! Apenas duas ações se desvalorizaram, na qual é o intuito do Sell in May... Por isso a importância de se estudar primeiro as estratégias, fazer as simulações, acompanhamentos...

É, como dizia meu avô, cuidado com o canto da sereia...

Cuidado amigos com o canto da sereia... Cuidado!





See ya!