Planilha de Orçamento Doméstico - Um jeito diferente de organizar! - Investidor Inglês

sábado, 5 de novembro de 2016

Planilha de Orçamento Doméstico - Um jeito diferente de organizar!


Você já usa uma planilha de orçamento doméstico?


Você já fez sua planilha de orçamento doméstico?  Ou usa um caderno ou algo do tipo pra te ajudar nessa tarefa?  Deixe nos comentários o que você usa para se organizar. E também veja o jeito diferente que usei para montar minha planilha. Ah! você não usa uma planilha ou não se organiza. Hmm...

Então, neste post mostrarei a você como eu montei a minha. Acompanhe!

Bom, a ideia de criar esse texto falando sobre orçamento doméstico veio ao navegar pelo blog do Corey, onde me deparei com um post chamado "Como vão meus investimentos?" (bem legal o relato, sugiro a leitura!). Nele, o comentário do Sr Pretoriano, me chamou a atenção. Ele falou sobre controle de gastos.

E ai pensei - Cara, eu posso falar sobre esse tema!


Orçamento Doméstico, como aprendi


Meu primeiro livro sobre finanças pessoais foi o - "Investimentos - Como Administrar Melhor Seu Dinheiro - Mauro Halfeld".

Este livro te ensina a criar uma planilha de orçamento doméstico
leitura fácil, recomendo!

Neste livro, aprendi como fazer um orçamento doméstico, as vantagens sobre alugar um imóvel ao invés de comprar um, o porquê você deve começar a investir desde cedo, a importância de uma reserva de emergência, e outras coisas bem legais relacionadas.

E o livro me ajudou muito sobre como organizar as finanças, sabe, anotar todos seus gastos e receitas, separar as despesas por categoria e etc...

Na época em que li o livro, eu morava com meus pais. Com isso, eu tinha poucos gastos. Lembro que pagava a conta de energia e telefone, e ajudava na casa com mais uns 200 reais. Soma-se a isso, o fato que não sou de sair muito e principalmente que não sou de gastar.

Dai, aplicar o que o livro sugeriu foi muito fácil. Afinal, eu tinha poucas despesas. Não deu trabalho algum organizá-las. E o legal foi ver seu resultado. Consegui poupar de 50 a 70% dos meus rendimentos depois de aplicar suas dicas!

Legal não?

Porém, confesso não ser disciplinado o bastante a ponto de anotar até a compra de uma simples bala! No começo até segui o método do livro. A cada compra ia lá em minha planilha e anotava o que gastei. Porém isso não durou muito não...

No método proposto você deve anotar tudo. Afinal, só assim ele dará resultados. Mas, como falado mais acima, eu não sou de "torrar" meu salário. Não sou um gastador compulsivo.

E isso me ajudou a fazer diferente...

Assim, resolvi adaptar o método para algo que eu "curtisse". Algo que fosse mais natural em meu dia a dia.


Minha planilha de orçamento doméstico "diferente"


  • Em uma planilha, organizei meus gastos fixos por quinzena (assim acompanham meu salário);

  • Na primeira quinzena inseri a despesa "investimentos" e defini um valor;

  • Repliquei essa planilha em 12, assim cada uma representa um mês;

  • Deixei os investimentos agendados em minha conta corrente. (ganhei tempo e disciplina fazendo isso);

  • Pra ajudar a manter os gastos baixos, mantive meu salário "congelado" ou seja, não atualizei meu salário conforme ele era reajustado. Assim trabalhei meu orçamento por um bom tempo com rendimentos defasados (dessa forma sobrava mais para poupar);

  • Defini valores para cada categoria (tipo lazer, alimentação, etc..), projetando valores sempre abaixo dos meus ganhos.

Abaixo a planilha de orçamento doméstico que montei. Estou usando a ferramenta Google planilhas. Falei um pouco sobre ela aqui!

Montei essa planilha baseada em meus ganhos



Montei a planilha conforme meu salário. Como recebo em duas datas, preferi organizar as minhas despesas de uma forma que o acompanhassem.

Como projetei valores para cada item, assim que meu salário caia na conta já sabia onde destinar cada parte dele.


Meu método é bem parecido com o sistema de envelopes (vale a pena conhecer!)


Com as contas pagas, o que sobrava no mês era direcionado a algum investimento, mesmo já tendo investido no inicio do mês como falei acima, ou a alguma compra que tinha planejado, tipo um livro, um perfume, um carro (mentira! rs)

Bom, utilizei essa planilha de orçamento doméstico até eu casar (casei ano passado). E pra mim, ela foi o suficiente.  Consegui cuidar das minhas finanças sem se preocupar em anotar tudo o que comprava, algo que não me agradava fazer.

O que achou dessa forma de cuidar dos gastos/ganhos? Gostou?


Não recomendo! esse método que acabei de te mostrar caso você esteja endividado. Procure utilizar o método onde se anota tudo (gastos e receitas), pois ele te ajudará a saber onde cortar, onde reduzir...



Post Relacionado






See ya!

2 comentários:

  1. Como um post legal desse não teve nenhum comentário ainda?!
    Parei aqui lendo o post de julho 2017, sobre as despesas mensais!

    Faço meu orçamento mensalmente, determino as receitas, as despesas com base nos meses anteriores, separo o que vou poupar. Depois vou anotando as despesas, uma a uma, e abatendo do item do orçamento. Quando chega no limite, não gasto mais com aquele item.
    Mas também, se chega final do mês e eu consegui ficar abaixo do estipulado para o lazer, por exemplo, me dou ao """"""""""""""""""""""luxo"""""""""""""""""" de gastar um pouco mais num passeio, hehehe, desde que ainda fique abaixo do estipulado e eu sinta que fiz mais uma economia.

    Cara, curto bastante esse assunto de orçamento, hehehe :P


    Abraços Inglês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu D.F.O!

      legal cara. Eu também gasto se o estipulado ficar abaixo. Tipo projetei x para alimentação e sobrou, as vezes faço algo com essa sobra. As vezes até invisto o que sobra.

      Abraços!

      Excluir