quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Seu Carro pode ser um grande Vilão do Orçamento, sabia?

Hey!

Se há algo que atrapalha minha busca a independência financeira, elejo o carro como o principal vilão!  Sim! Ele consome boa parte do meu orçamento!  Já gastei bastante dinheiro, seja na troca por outro, seja em manutenções.

Ainda bem que segui algumas regras estabelecidas por mim. Graças a elas, esse item que maltrata tanto o bolso, não só meu, mas como o de muitos que possuem um carro, me permitiram continuar aumentando patrimônio.     


Seu carro pode ser um grade vilão do orçamento, sabia?
Segundo pesquisas, o carro é o maior vilão do orçamento brasileiro...(foto retirada do site Uol)




Carro - O Vilão do Orçamento!


No blog da gatinhainvestidora, ela mostra que os custos para se manter um veiculo fica na casa de 36% do valor do mesmo!  Já no site do uol, eles pegaram um carro no valor de R$ 35.000, pegaram os gastos (IPVA, Seguro, Combustível entre outros) e chegaram a um custo de 27% da receita de uma família com rendimentos de R$ 5.000,00 líquidos! 

É ou não é um vilão do nosso orçamento?

Falei acima que criei "regras" para ter um carro. E vou compartilhá-las com você. Veja uma delas abaixo;

  • Uma das minhas regras é não comprar carro cujo valor seja maior que R$ 25.000,00, ou seja, esse é meu teto.

Eu tinha um carro popular de ano 2008 cujo valor era de R$22.000,00. Fiquei com esse carro por volta de 2 anos. Nele, fiz apenas as manutenções básicas. Veja o quanto me custou esse carro (valores do primeiro ano);

  • IPVA = R$880,00;
  • Licenciamento = R$180,00;
  • Manutenção = R$500,00;
  • Seguro = R$1.100,00;
  • Total =  R$2.660,00  ou +- 12% do valor do veículo! (seguindo a mesma linha do site Uol, por isso não inclui depreciação...)

Detalhe! Não calculo combustível, pois gastaria esse valor com outro transporte.


Agora veja o quanto me custou, meu sedan médio também 2008;

  • IPVA = R$920,00;
  • Licenciamento = R$200,00;
  • Manutenção = R$7.032,80;
  • Seguro = R$984,00;
  • Total = R$ 9136,80  ou +- 40% do valor do veículo!!!  (car@l*ooooo veiooooo)

Gastei quase a metade do valor do carro em manutenção...

Como você pode ver, minha ultima aquisição não foi nada bom para meu orçamento. O que era para ser um sonho realizado, virou um pesadelo. Após essa experiência, classifico como "sorte" os dois anos passados com meu carro anterior.

Após demonstrar minha decepção com os custos que o carro me deu, te pergunto; - Você sabe quanto custa para manter seu carro?  Abaixo um vídeo sobre o tema.





Minhas Regras para Aquisição de um Veículo

Regras do Investidor Inglês para comprar um carro

Como dito acima, vamos as minhas regras para comprar um automóvel;

  • estipulei um teto de R$25.000,00 para adquirir um carro. Ao estabelecer um teto, isso contribuiu para que eu não me endividasse além do que podia.

  • Agora a regra polêmica!  Se precisasse de financiamento, opto por parcelas menores e prazo mais longo. Eu sei que pago mais juros devido a essa atitude. Sabendo disso, por qual razão a escolho? Por sempre buscar ter meu orçamento enxuto. Ao pegar um financiamento, verifico qual a porcentagem que as parcelas representam em meu salário. Se passar de 20% eu não fecho. Quando comprei meu primeiro carro, recebia cerca de R$2000,00. Lembro que o financiamento ficou em 60x de R$342,00, ou seja +- 17,2% dos meus rendimentos. Com parcelas mais baixas, conseguia aportar o que sobrava e quitar o financiamento antes do prazo. Assim, pagava menos juros do que o previsto.

  • Pesquisar guia de compras do modelo escolhido;

  • Obter feedback de atuais proprietários;

  • Fazer um check-up em uma oficina antes da compra.

Aqui foi o meu erro!   Por já ter adquirido um veículo na mesma loja, e não ter tido problema algum, confiei em trocar de carro pulando essa regra.  Um ano depois e vimos que foi o maior tiro no pé...


Ao burlar uma de minhas regras, dei o maior tiro no pé na compra do carro
Que sirva de lição!...


 
No próximo post sobre carros, que se chamará "Dicas de como NÃO comprar um Carro", compartilharei com você toda a experiência que passei devido a erros na fase de compra.




See ya!

2 comentários:

  1. Bom post II. Meu carro está a venda há 2 meses e está complicado para vender. O pessoal só oferece trocas e dinheiro abaixo do preço. Está bem complicado. Arrependi dessa aquisição. O carro não deu problemas. Estou vendendo porque quase não ando nele.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy! Se você quase não anda, tem que vender mesmo. E infelizmente a situação está assim, ou oferecem trocas ou valores bem abaixo do que pedimos.. Você tem cadastro em algum clube sobre seu carro? Se não, cadastre-se e oferte lá. Dependendo do carro há clubes muito bons e isso ajuda na hora da venda!

      Abraços

      Excluir