Como fazer um Planejamento Financeiro Pessoal ? - Investidor Inglês

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Como fazer um Planejamento Financeiro Pessoal ?

Você já faz uso do planejamento financeiro pessoal?


Passei o curso Planejamento Financeiro Pessoal para uma turma de 12 pessoas. Onde trabalho existe um projeto bem legal chamado "Educação para Todos", onde os colaboradores ministram cursos um para os outros. Cada um passa adiante o pouco que sabe.

No começo do projeto, os cursos eram todos voltados para a produção (direto/indireto). Assim, o curso de Planejamento Financeiro Pessoal foi o primeiro não voltado a produção passado para a galera. E o Investidor Inglês foi escolhido para essa tarefa.  :D

Infelizmente, algo que suspeitava se concretizou - 80% da minha turma não se organiza financeiramente!!!  Bom, com esse número em mente, tentei focar em um quesito que você verá no tópico a seguir...


O Problema com o Planejamento Financeiro Pessoal


O grande problema das pessoas não se organizarem financeiramente está na criação do hábito. Conversando com meus alunos (Estou me achando já hehe), percebi que alguns já ouviram falar, outros até demonstraram interesse, mas não seguiram adiante. E teve também uma pessoa da turma que disse já estar em sua Quarta Planilha Financeira!!!

Será que o problema está nas planilhas?

Então, não dá para não concluir que o problema aqui está na questão do hábito, ou seja, transformar seu controle financeiro em uma tarefa cotidiana.

Só após a pessoa incorporar essa tarefa em sua vida, fazendo dela um mero ato de escovar os dentes, é que ela verá resultados. E isso demandará um certo esforço no inicio...


As vantagens de se fazer um Planejamento 


Sabendo que alguns já ouviram falar e outros tentaram sem sucesso criar seu planejamento, decidi dar foco nas vantagens e principalmente que os resultados só aparecem com a a rotina. Ou seja, elas precisam incorporar esse "novo mundo" em seu dia a dia.  E como convencê-las, não?

Mostrando as vantagens de se fazer um planejamento financeiro pessoal!

  • Primeiro, ganhe seu sono de volta! Afinal, com as contas organizadas (e em dia) você não terá mais motivos para perder o sono.

  • Segundo, seus sonhos estarão ao seu alcance! Sabe aquele carro, ou a casa que tanto almeja, só com uma boa programação eles serão possíveis!  Ou você ganhar na Mega Sena. (vai que...) Apesar que depois que você já estiver acostumado com as finanças, carro e casa não serão mais seus sonhos...
    Com um planejamento financeiro pessoal, seus sonhos estarão ao alcance!

  • Bom, não preciso mostrar mais, certo?  Já te convenci, fale a verdade?

Transformando seu Planejamento Financeiro Pessoal em uma Tarefa Cotidiana


Depois de mostrar as vantagens, entramos na questão de como transformar em rotina a tarefa de administrar seu dinheiro. Eu aprendi que quando você tem um problema, geralmente é mais fácil resolvê-lo "quebrando-o" em partes, ou seja, diminuir o tamanho da "encrenca".

Então decidi que você precisa começar aos poucos. Se já entrou em uma academia de musculação, sabe que de inicio você começa com pouco peso. Ou talvez você tentou ser maratonista, e com isso sabe que não se começa correndo os 20 km almejados.

Pensando nisso, montei o roteiro para organizar seu dinheiro da seguinte forma;

  • Encontre suas despesas essenciais;
  • Comparar suas necessidades aos seus ganhos;
  • Criando a rotina financeira.

Despesas Essenciais   


Fácil descobrir quem são elas não?  Sim, se você disse aluguel, energia, água, condomínio (se você vive em um).  Aqui você irá anotar todas as contas que você não pode ficar sem. Netflix, Spotify, TV a cabo não são essenciais.  Lembrando que despesas essenciais são gastos que você não pode cortar pois compromete sua qualidade de vida. Se você cortar o aluguel vai morar onde?  Se cortar a água?  

descobrir as despesas essenciais são o primeiro passo para o planejamento financeiro pessoal
Alguns exemplos de despesas
  
Dê inicio, o foco se concentrará nos seus gastos principais. Procure saber o valor que costuma pagar em cada um dos seus itens. Só após isso avance para a próxima etapa.

Compare suas Necessidades aos seus Ganhos


Sabendo o valor de cada gasto essencial, você irá comparar com seus rendimentos. Como uma imagem vale mais que mil palavras...   Veja o exemplo a seguir;

Comparando suas despesas essenciais com suas receitas
     
No exemplo acima, foi colocado todos os gastos e também o salário da pessoa. Nesse exemplo, ela está com o saldo positivo em R$ 540,00 e tem um custo de vida mínimo de R$ 1460,00!

Nesta primeira etapa, você obtém uma visão de como está seu custo de vida mínimo. Se ele estiver igual ao da imagem acima, Parabéns! Você pode ir para a próxima etapa. Agora se não estiver...😢

Caso não sobre nada para você após montar esse pequeno orçamento, procure;




Criando a Rotina Financeira 

Esse roteiro que passei a você é a primeira etapa do seu planejamento financeiro pessoal, e acredito ser adequado para você se acostumar com ele. Mas não pense que isso é tudo, na verdade, é só o começo...  

Dê posse do seu orçamento, faça duas cópias dele, ou melhor copie sua planilha em duas e nomeias com os meses seguintes. Por exemplo;  

 - Uma planilha se chamará Maio e a outra Junho.

Defina um dia para fazer o mesmo procedimento até aqui passado com a planilha de Maio e a de Junho. Como sugestão, você poderia definir o final de cada mês para fazer o orçamento.  Aproveite para inserir seus outros gastos, como lazer, cartão de crédito... Escolha um local para guardar suas notas de supermercado e outros!  E vá alimentando esse local até o dia da realização do orçamento. 

É importante organizar as contas para um melhor planejamento financeiro pessoal
Organize suas contas!

E agora o mais importante;  - Coloque um lembrete para te avisar dessa tarefa!  Pode ser no celular, no qual acho mais adequado. (já que dificilmente você não o tenha)  Mas também pode ser um simples bilhetinho na geladeira, por que não?  O importante é que tenha algo te lembrando dessa tarefa.   

Conforme os meses forem passando, você verá que a necessidade do lembrete ficara cada vez menor, pois você a cada dia estará incorporando essa rotina em sua vida, chegando o dia que não precisará mais de ninguém para te avisar sobre sua tarefa.


Essa foi a primeira parte do planejamento financeiro pessoal. Depois que pegar o hábito, ficará fácil, fácil, estabelecer valores para poupar, (você pode inserir um valor para poupar em seu custo de vida mínimo!!!) saber onde cortar para não ficar no vermelho, planejar viagens...


Posts Recomendados




Siga o Investidor Inglês! 


See ya!

14 comentários:

  1. Muito legal II!

    Disseminar o conhecimento é sempre uma coisa boa, acredito que você será recompensado de alguma forma por isto.

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VDC!

      Cara a recompensa é as pessoas depois do curso te falarem que agiram como você as instruiu... isso é muito legal!

      Abraços!

      Excluir
  2. Parabéns II,
    Muito boa a sua atitude.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Boa, parabéns. Esse tipo de coisa é bom ter um acompanhamento a cada x meses com metas pra quem quiser seguir, para se tornar um hábito. De qualquer modo só de conhecer sobre finanças as pessoas ficam mais inteligentes nesse sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CF, Valeu cara! e concordo que deva haver um acompanhamento!

      Excluir
  4. Olá, sr. Inglês.

    Parabéns pela inicitaiva :)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns daqui a pouco estará empreendendo como consultor financeiro

    Agora me ajuda a economizar mais ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Viver de Dividendos!

      Sobre empreender, quem sabe não?

      Você é bem organizado, como te ajudar nisso Hahaha!

      Excluir