Reserva de Emergência - Descubra o que é, quanto ter e onde aplicar! - Investidor Inglês

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Reserva de Emergência - Descubra o que é, quanto ter e onde aplicar!


Você já montou sua reserva de emergência? (também conhecido como colchão de segurança).

Não?   Hmm, Então acompanhe abaixo e saiba o que é, quanto dinheiro ter nesse fundo contra eventualidades e onde aplicar!

Já montou sua reserva de emergência?
Em momentos de crise é bom ter uma reserva bem gordinha...



O que é uma reserva de emergência?


Ao entrar no mundo das finanças pessoais, depois de aprender a organizar seus gastos e receitas (criando assim um orçamento pessoal), o próximo passo ensinado é que você deve montar sua reserva de emergência.

Tá, legal, e o que é isso?  Resumindo, ela é um montante de dinheiro que você deixa aplicado em algo como poupança, CDBs com liquidez diária, Tesouro Selic entre outros.

Isso será seu seguro contra imprevistos. Imprevistos como doenças, perda do emprego...

Abaixo um trecho retirado do site valoresreais.com explicando melhor;
"Colchão de segurança(Reserva de emergência) nada mais é do que uma provisão financeira alocada em investimento conservador, de baixo risco e de alta liquidez, que lhe permita resolver problemas financeiros sem depender do salário ou outra fonte de renda ativa, nem recorrer a empréstimos ou soluções que causem endividamento. É muito útil principalmente em épocas de crise ou acontecimentos inesperados que tenham repercussões negativas no patrimônio do investidor. Por exemplo: perda de emprego, doença na família etc." by valoresreais

Aqui o link do guia completo sobre onde investir para a construção da sua reserva de emergência

OK, Quanto dinheiro ter em reserva?


Quanto dinheiro devo ter em um fundo de emergência?

O quanto guardar para sua reserva de emergência vai de cada um. Sim o valor é você quem defini!  Especialistas em finanças sugerem que você tenha guardado de 6 a 12 meses de suas despesas mensais. 

Já imaginou não precisar do seguro desemprego?

Tendo uma fundo de emergências você não precisa se preocupar... (bom pelo menos, não muito...)

Mas, como disse acima, você irá defini o valor. Se você tem plano de saúde ou é concursado, pode colocar um valor menor.  O importante é que você tenha esse seguro contra imprevistos.

Eu tinha definido 6 meses das minhas despesas mensais. Porém, com a crise que assola nosso país e principalmente a empresa onde trabalho, a ponto de comemorar ao ver meu salário na conta, (sim tá feia a coisa!)  resolvi aumentar para 12 meses!

E assim, estar preparado para imprevistos (não recebimento do salário, desemprego, quebra do veículo, falência da empresa) e também um projeto que estou encaminhando...



Onde guardar para a construção desse fundo? 

Onde guardar o dinheiro da reserva de emergência?


O ideal é que se coloque o dinheiro em aplicações liquidas. A mais adequada para a reserva de emergência é a Poupança. Apesar dos seus baixos rendimentos, você pode resgatar o dinheiro a hora que quiser. (E isso é muito importante para o nosso fundo contra imprevistos)

Porém, dependendo do tamanho de sua reserva, dá para você usar uma estratégia mista. Ou seja, você pode colocar uma parte dela em poupança e outra parte em um investimento com melhor rentabilidade.

Lembrando que esse investimento também precisa ter uma certa liquidez. Não tanto quanto a poupança, mas é interessante que ele não demore muito a lhe entregar o dinheiro.

Aqui como estava formado minha reserva;

   - 2 meses guardados em poupança;

   - 4 meses em Tesouro Selic;


Conheça os 8 passos essenciais para ter uma maior segurança e rentabilidade no Tesouro Direto

Luiz Barsi explicando como montar uma reserva de emergência


Veja o vídeo com o investidor Luiz Barsi explicando como montar esse fundo;



A importância de um fundo contra imprevistos no dia a dia


Precisei utilizar uma parte para manutenção do meu veículo, manutenção essa que tirou um mês da minha reserva. Dai a importância de estar com o montante em aplicações liquidas, pois esse custo veio em um momento inesperado.
 
Imagina o stress se esse dinheiro estivesse em uma aplicação cujo resgate não é imediato. Ou mesmo se eu não tivesse reserva alguma. O que faria? Pediria emprestado?

Outra situação, já imaginou a empresa onde você trabalha não depositar seu salário? E se você não tem uma sobra em conta, o que faz?

Esse é o intuito da reserva de emergência. Amenizar o stress e não aumentá-lo...

Pense nisso!





See ya!

12 comentários:

  1. Acho que mais de metade dos brasileiros nem sabe o que é isto... A reserva de emergÊncia é o parente mais próximo.

    ResponderExcluir
  2. A minha reserva está no TD, mas é bem pouca, pretendo aumentar um pouco mais.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Reserva de emergencia é muito importante

    penso em alocar ela na poupança mesmo, pois será um dinheiro que deverei esquecer que exista e não esperar usa-lo

    te add no meu blogroll, comecei agr minha jornada pelo mundo das finanças

    abraços

    http://coalaperdido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Coala!

      Legal, monte o quanto antes sua reserva de emergência. Nunca se sabe quando precisaremos não?

      Passarei no teu blog!

      Abraços

      Excluir
  4. Acho válido reserva de emergência. Deixo a minha na poupança mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beto!

      é valido sim. Eu se não tivesse reserva, teria que me desfazer de alguma ação para poder pagar a manutenção do meu carro.

      Excluir