Investidor Inglês

quarta-feira, 15 de março de 2017

Dica - Site com informações sobre instituições financeiras!




Post rápido de hoje! Conheci esses dias um site bem legal com muita informação sobre instituições financeiras!



O site se chama Banco Data e conta com relatórios de mais de mil instituições! Além de relatórios financeiros, é possível ver a classificação da instituição de acordo com as agencias de risco (Moody's, Fitch...)  


Como uma imagem vale mais do que mil palavras, veja abaixo um trecho mostrando o índice de basileia do Banco do Brasil;

Trecho retirado do relatório sobre o Banco do Brasil - veja ele aqui! 


Entre e veja o relatório sobre muitas instituições! - http://bancodata.com.br/
 (tem muita informação, vale conferir!)



See ya!

quarta-feira, 8 de março de 2017

Investir nos Eua sem precisar comprar dólar!

Stocks in Brazil! 


Quer investir no mercado americano sem precisar abrir conta em uma corretora de lá?


Te apresento o IVVB11!!!   Para quem quer se expor ao mercado americano (e consequentemente ao dólar) sem muito trabalho (na verdade nenhum trabalho) está ai uma opção.

Este ETF replica o índice SP 500 e tem em carteira ações das 500 maiores empresas americanas.

Está listado na bovespa desde 2014. É gerido pela BlackRock e tem taxa de administração de 0,24% anual! 


Segue um link com mais informações sobre esse ativo = https://www.blackrock.com/br/products/251902/ishares-sp-500-fi-em-cotas-de-fundo-de-ndice-inv-no-exterior-fund


Fica a dica galera!!!


Lembrando que esse post é totalmente informativo, não sendo  indicação de compra/venda


See ya!

segunda-feira, 6 de março de 2017

Primeira meta não cumprida e minha opinião sobre a compra do primeiro carro

Carro é sonho para alguns, e pesadelo para outros...


Adivinhem a meta que estipulei ano passado e acabei não cumprindo dois meses depois?


Sim - troquei de carro!  




Após estabelecer que ficaria um tempo com o carro, não deu nem dois meses da criação da meta e a vontade de vender foi mais forte. Logo, acabei vendendo-o para pegar um outro de meu agrado. 

Aqui uma dica!  Compre o carro que você quer desde que tenha condições de manter! 

Não adianta realizar seu sonho e depois o ver se transformar em pesadelo!


Em 2015, eu comprei o carro que queria.  Pesquisei como era o carro, seus problemas comuns, sua manutenção, consumo de combustível, cotei peças básicas, entrei em um fórum especializado na marca. Acredito ter feito o básico quando se quer um carro digamos diferente, ou seja, um carro que não tem mercado (as vendas enquanto disponível eram baixas)

Infelizmente, hoje vejo  que faltou duas coisas para eu ainda estar com esse carro "diferente";

 - A primeira é paciência!  Sim, amigos, paciência.  Errei ao não cotar serviços a ser realizados no carro.  E também errei em contratar profissionais simplesmente pela comodidade que os mesmos me ofereciam e não pela sua qualidade na execução dos serviços. 

 - E a segunda na qual acredito que teria me poupado de todo o sofrimento é uma verificação detalhada do carro! Se seu mecânico de confiança apenas acelera para ver o estado do motor e dá uma volta para sentir como está o carro, entenda que isso não é uma verificação completa!  Isso não é o suficiente para te assegurar de problemas. A verificação completa também não o assegura, mas te dá uma maior noção do que você realmente está comprando.

A dica aqui é =  Antes de fechar a compra do carro, leve em uma oficina que irá inspecionar o carro de verdade.  Um exemplo é o mecânico colocar o carro em um elevador para verificar a suspensão e possíveis vazamentos. 

Minha intenção era ter ficado um bom tempo com esse carro, mas devido aos custos com manutenção que estavam ficando mensais, acabei trocando-o por um popular (Gol), não por que era o carro que eu queria, mas sim o carro que deu negócio.

Você pode estar se perguntando, como assim carro que deu negócio?  Vou responder, calma ai rsrs

Como dito acima, comprei um carro que não tem mercado, um carro que não tem boa procura. Aqui comparo com ações de baixíssima liquidez. Se quiser vender rápido, terá que se sujeitar ao valor que o comprador está oferecendo. (Isso se tiver comprador!)
Como eu não quis me sujeitar a isso, deixei o tempo passar até aparecer o negócio que me agradaria (ou financeiramente, ou com um carro que atendesse o que estava buscando)

Ai entra o Gol, consegui pegar um seminovo, em bom estado, e voltando um valor que julguei justo.

Pô Inglês e já o vendeu?  

Sim o vendi.  Dirijo todos os dias e não consegui me adaptar a esse carro. Sinceramente não gostei.  O Gol não preciso falar sobre mercado, afinal foi o carro mais vendido durante anos! Então foi muito fácil fazer negócio com ele.

Minha opinião sobre a compra do primeiro carro


Bom, todo esse texto ai foi para chegar aqui. Nosso amigo Viver de Construção publicou há uns dias um post falando sobre a compra do primeiro carro (veja aqui)

Com o texto ai em cima, é fácil perceber que eu gosto de carros.  Mas mesmo gostando deles, não me deixei levar por impulsos e acabar gastando mais do que ganho.

Em minha experiência, consegui ter um carro mesmo com baixo salario e ainda assim, manter meus aportes mensais. Lógico que estou com um passivo em mãos ao invés de estar com um ativo. Mas eu prefiro assim.


Eu prefiro buscar a independência financeira com equilíbrio, ou seja gastando e poupando. Não gosto da ideia dos extremos, seja gastando mais do que se ganha, ou poupando mais do que se vive. (falarei mais em um futuro post)  

O carro bem escolhido e planejado, não irá te tirar da rota a independência financeira.

Então se você está pensando em comprar o primeiro carro, te aconselho a pesquisar bastante. Planeje! Também compre só depois de ter uma reserva de emergência. E repito, planeje!  Verifique antes da compra se você terá realmente condições de ter o carro que tanto quer.


Não transforme seu sonho em pesadelo!



See ya!